terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Dor

Share it Please
Olá blogosfera,
Tudo bem?

As coisas por aqui estão doloridas.
Hoje está fazendo um pouco mais de uma semana que perdi meu pai.
Tudo foi muito rápido. 
Foram 3 dias entre o dia que ele passou mal e seu falecimento.
Ele teve um AVE e infartou junto. 
Junto a isso um péssimo atendimento no hospital público.
Demora para ser internado, conseguir um exame, um diagnostico. 
Não consigo esquecer a cena de todos os doentes nos corredores e com seus acompanhantes tendo que brigar por atendimento.
As coisas agora estão se acertando.
Sou filha única e moro em uma cidade diferente da que minha mãe mora.
Ela veio passar uns dias comigo para vermos o que faremos daqui para frente.

Mas estamos bem.
Acreditamos que a morte não é o fim.
O Espírito dele está vivo e o que pereceu foi apenas a matéria.

Acredito que todas as situações que passamos na vida servem para ensinar.
Eu aprendi algumas coisas com essa situação.
Uma delas é a cuidar mais de mim.
Meu pai morreu com 66 anos.
Ele tinha diabetes tipo 2 e pressão arterial alta.
Não se cuidava. Não fazia dieta e nem exercício físico.
Só tomava os remédios.
Não quero que tudo isso se repita comigo.


Apesar de todo o ocorrido a balança sorriu para mim.
Meu peso no dia 14/2 foi 91.8 kg
Dia 7/2 não me pesei. 
A última pesagem tinha sido 31/1 e o peso tinha sido 93.7kg
- 1,9kg! 

Queria muito sair da casa dos 90 essa semana.
Também quero ir para academia todos os dias.

É isso pessoal!
Vou passar na casinha de vocês ainda hoje!

Beijos

Comente com o Facebook: